A persistência e a paciência em vendas.

25/02/2014 12:38

Toda vez que alguém entra na cozinha, mexe em panelas, pratos, abre a geladeira ou algo assim, Hanna, uma cadela akita de 9 anos como sempre se posta à frente da porta da cozinha, de olhos bem abertos, seguindo cada movimento para ver se “rola” alguma coisa para ela. Ela fica atenta, não desvia os olhos um segundo sequer, e quando você a olha, ela faz uma cara que derrete qualquer um, e consequentemente, sempre consegue arrancar um biscoito, um pedaço de carne, frango, uma banana, ou qualquer outra coisa que lhe agrade. Mas isso nem sempre acontece, pois ela tem que manter sua alimentação adequada, comer a sua ração (que pra nós aqui, ela detesta!). Mas ela sempre está lá, a postos! Em vão, reclamamos, dizemos a ela que saia, que ela não terá absolutamente nada, mas ela permanece, não dá a mínima para o que falamos (Também pudera!!!).

Este fato me fez refletir sobre o comportamento de muito profissionais de vendas, que esquecem uma regra básica para a área comercial: persistência e paciência. Isso mesmo, persistir, não deixar-se abater pelo primeiro NÃO, saber esperar, ser resiliente, ter FOCO e jamais desistir tão facilmente. Não é preciso (nem aceito) fazer cara de “cachorro pidão”, de “coitadinho” para conseguir algo, mas ter estratégia, persistir, levar aos clientes os benefícios do seu produto ou serviço, pois como diz o ditado: “quem não chora, não mama”, e em tempos de carnaval, uma das marchinhas mais conhecidas “Mamãe eu Quero” de Vicente Paiva, lançada em 1937, representa muito do que estamos falando aqui: Mamãe eu quero, mamãe eu quero Mamãe eu quero mamar! Dá a chupeta, ai, dá a chupeta Dá a chupeta pro bebê não chorar! Vendas é isso, é pedir, é acreditar, jamais desistir, ter foco 100% no que se quer. Mesmo que te digam um NÃO, mesmo que as condições não sejam favoráveis, jamais desista. Repense, reveja as suas estratégias e volte lá, vá atrás do seu objetivo.

Faça feito Hanna que, aliás, hoje conseguiu um prêmio pela sua persistência durante estes longos 9 anos, um pedaço de carne como todo cachorro ADORA! E aí, vai pegar o seu pedaço ou o deixará para seu concorrente???

Boas vendas!

 

Alexandre Dantas